Redução do estômago por endoscopia sem necessidade de cortes chega a Campo Grande


O procedimento de endoscopia para visualizar o interior do paciente através de câmera instalada em um sofisticado tubo flexível, inserido pela boca, ganha nova funcionalidade: costurar e reduzir pela metade o tamanho do estômago sem absolutamente nenhum corte. Liberada há dois anos no Brasil, a Sutura Endoscópica chegou também a Mato Grosso do Sul com os primeiros atendimentos feitos pela Clínica Scope em junho.

Isso graças ao Overstitch, aparelho adaptado à ponta do endoscópio, capaz de reduzir o tamanho do estômago de modo menos invasivo que a tradicional cirurgia bariátrica - aquela que retira parte deste órgão e também do intestino, mudando o fluxo dos alimentos no organismo. Não é por acaso que o nome do aparelho significa “costurar”. Pois é exatamente isso que ele faz: costura as paredes do estômago por dentro para reduzi-lo e consequentemente, também, a quantidade de alimentos que o paciente consegue ingerir.

Para o especialista Marcelo Cury trata-se da evolução da cirurgia bariátrica por meio de procedimento que oferece resultados semelhantes usando linha, agulha e pouco mais de uma dúzia de pontos ou suturas. “Idealizamos para pacientes que já foram submetidos à cirurgia bariátrica e apresentaram reganho de peso”, explica o diretor do Centro Avançado de Endoscopia da Clínica Scope, que viajou aos Estados Unidos para se aperfeiçoar na mesma sutura endoscópica realizada há anos com sucesso por lá.

Assim como o profissional de Campo Grande, mais de 200 médicos de vários países participaram do evento que é referência mundial no assunto: o FES 2019 ou Flexibe Endoscopy Surgery, promovido anualmente em Miami, no sul da Flórida. O congresso reuniu especialistas da Ásia, Europa e América do Sul, promovendo integração global com foco na endoscopia de vanguarda que ganha funções que vão muito além daquela realizada para averiguar possíveis problemas no trato digestivo.



Clinica Scope - Todos os direitos reservados - Desenvolvido por