R. Maracajú, 1148 - Centro 0800-605-6040 Técnico Responsável: Dr. Paulo Cury | CRM-MS 1522

Blog

Endoscopia Dói? Dr. Marcelo Cury responde!

Novidades | 31.ago.2018



Muitas pessoas possuem receio da endoscopia com medo de que vá sentir alguma dor durante o procedimento. Neste vídeo, Dr. Marcelo Cury, Diretor do Centro Avançado de Endoscopia da Clínica Scope, esclarece esta dúvida de forma clara e breve.

Ainda, a SOBED, Sociedade Brasileira de Endoscopia Digestiva, publicou uma matéria a respeito dos mitos e verdades sobre a endoscopia e nós separamos aqui para você conferir:


1) Fazer endoscopia dói. 

MITO. 

A passagem do aparelho pela boca e orofaringe (parte da garganta logo atrás da boca) pode causar incômodo. Para evitar que isso ocorra, os exames são precedidos por anestesia tópica por meio de borrifação da área com substâncias anestésicas.

2) É possível detectar doenças.

VERDADE. 

Não somente detectar, mas tratar. As lesões detectadas ou suspeitas podem ser biopsiadas para se estabelecer o diagnóstico correto. Pólipos e até mesmo o câncer em estágio inicial podem ser removidos por meio de acessórios especialmente concebidos para essas finalidades. Outro exemplo são os casos de hemorragia causada por úlcera ou por ruptura de varizes localizadas no esôfago ou estômago, cujo tratamento hoje é feito por meio da endoscopia.

3) O exame é demorado.

DEPENDE. 

Se o exame se destina apenas à investigação, é muito rápido. Caso o objetivo seja a realização de algum tratamento, o tempo pode ser maior. O procedimento leva em média 15 minutos.

4) Não dá para respirar durante o exame.

MITO. 

O endoscópio é introduzido pela boca e encaminhado ao esôfago. O ar penetra pelo nariz, passa pela laringe, traqueia e alcança os pulmões. Portanto, os caminhos são diferentes, o que não impede a respiração durante o exame.

5) Não é possível se alimentar após o exame.

MITO. 

Assim que esteja desperto e possa deglutir, o paciente deve ser alimentado.

6) Não é possível dirigir após o procedimento.

VERDADE.

A medicação utilizada para realizar o exame pode provocar ausências episódicas e é habitual que o paciente não se recorde do exame. 

7) É necessário ir acompanhado na data do exame.

VERDADE. 

Por provocar ausências episódicas, é imprescindível que o paciente tenha sempre um acompanhante para o procedimento.

Fonte: Sobed.org.br






Comente



Envie uma mensagem
Enviar WhatsApp